quinta-feira, 4 de janeiro de 2018

Tagged under: , , , , ,

Abertas as inscrições para o NoSQLBa 2018 -

Começamos 2018 e já temos 3 grandes palestrantes CONFIRMADOS (!!!) para o NoSQLBA 2018. O call4papers estão abertos até 31/01/2018, porém, já é possível garantir vaga nesse evento que é a maior conferência NoSQL da Bahia.

POR QUE NOSQL?
Os bancos de Dados NOSQL (not only SQL) foram criados, principalmente, para resolver problemas com aplicações web que precisam operar com gigantescas cargas de dados além de poder escalar com grande facilidade. Esses tipos de banco de dados vem sendo usados com muita frequência em redes sociais como Twitter, Facebook, além de persistência em aplicações nas nuvens. Outro ponto importante a citar é a crescente adoção destas novas tecnologias, inclusive em mercados mais conservadores, tais como instituições financeiras e agências governamentais, seus motivos são diversos normalmente para solucionar problemas com flexibilidade, escalabilidade, latência e performance. Para demonstrar, compartilhar essas tecnologias foi criado o evento NOSQL-BA.


  • O quê? NoSQLBA 2018
  • Quando? 08/03/2018 a 10/03/2018
  • Onde? Universidade Católica do Salvador - Campus Pituaçu
  • Quero palestrar ou ministrar um workshop, como faço? Clique aqui. (até 31/01/2018)
  • Quero me inscrever no evento, como faço? Clique aqui.
  • Quero patrocionar o evento, como faço? Cliquei aqui.
  • Mais informações no site do evento.


Quem já tem presença confirmada para palestrar?



  • Danielle Monteiro: Mestre em Engenharia da Computação (IPT-USP), pós graduada em Engenharia de Negócios (Centro Paula Souza) e graduada em Processamento de dados (FATEC-SP). Trabalho com TI há mais de 15 anos, inicialmente como desenvolvedora, depois como DBA e atualmente como Arquiteta de Dados. Sou autora do blog DB4BEGINNERS.com, colaboradora de diversos blogs e comunidades, e mantenho a página DB4BEGINNERS no Facebook. Meu objetivo é ajudar desenvolvedores iniciantes a modelar e consultar bancos de dados relacionais e NoSQL para que eles possam criar ótimas aplicações, trabalhar em excelentes empresas com ótimos salários.






  • Elder Moraes:  Ajuda desenvolvedores server side a construir e entregar aplicações seguras, rápidas e disponíveis, para que assim possam trabalhar nos melhores projetos do mercado.  Apaixonado por Java EE, cloud e arquitetura de sistemas, ele compartilha suas experiências através de conteúdo online e eventos internacionais como JavaOne, The Developers Conference, Oracle Code e Campus Party. Desenvolvedor desde 1999, já atuou nos mais diversos mercados e projetos, desde logística até finanças, passando por sistemas jurídicos e de recursos humanos.




  • Leandro Del Busso Domingues: MongoDB Ambassador/Evangelist, membro do MongoDB Advocacy Hub, Top 50 Neo4j Certified.  Formado em Engenharia da Computação, entusiasta de tecnologias open-source, bigdata e NoSQL.  Mais de 15 anos de experiência em desenvolvimento de aplicações e manutenção de grandes volumes de dados.  Atualmente está totalmente focado no desenvolvimento em tecnologias open-source e bancos NoSQL, também tem grande experiência em MS SQL Server. Atualmente atua dando consultoria e treinamentos a empresas que estão aderindo o NoSQL.
Gostou da grade? Acompanhe as atualizações nos canais do Java Bahia, GrouPy-BA para mais informações.

segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

Tagged under: , , ,

Retrospectiva 2017 - Comunidade Java Bahia

Primeiro post do ano de 2018, é para falar sobre o que foi feito em 2017 pelo grupo e um pouco do que aconteceu no mundo Java no ano que passou.

Antes de falar de 2017, acho importante compartilhar que pelo segundo ano consecutivo estamos organizando o NoSqlBA 2018 e o call4papers estão abertos até 31/01. Mais informações no site do evento. Submeta sua palestra ou mini-curso e participe desse grande evento organizado em parceria com o GrouPy-BA (grupo de usuários Python).

O trabalho de comunidade é composto por pessoas e graças a união entre as pessoas, muitas coisas boas aconteceram esse ano, trouxemos pessoas de muita qualidade para falar em Salvador e participamos de um projeto do soujava

Vamos tentar recaptular os eventos cronologicamente...

Em janeiro apoiamos dois projetos de compartilhamento de informações de qualidade. 

JVM Links: Este projeto teve como objetivo principal a criação posts com conteúdos destaques que encontramos durante a semana. Foram 13 posts e montamos uma estrutura participativa com pull requests no github para adição de links. Agradecemos a todos que apoiaram o projeto.  

Série revisando padrões de projeto com Java 8: Uma série de Ivan Queiroz sobre revisitando alguns padrões de projeto usando Java 8. Essa série inicialmente iria ser publicada no blog pessoal de Ivan que resolveu compartilhar aqui no blog do Java Bahia. Essa série contou com 3 posts que podem ser vistos nos links

  1. Revisando Padões com Java 8: O Padrão Strategy
  2. Revisando Padrões com Java 8: O Padrão Template Method.
  3. Revisando Padrões com Java 8: O Padrão Null Object
Parabéns Ivan pela excelente iniciativa e por ter compartilhado seu conhecimento com a comunidade Java.

Ainda em janeiro, iniciamos a organização do II NoSQLBa 2017 em parceria com o GrouPy através da figura do nosso amigo Luiz Claudio (LC).
O evento aconteceu em março na Universidade Católica do Salvador com apoio do departamento de Computação da Universidade através do coordenador Osvaldo e de seus estudantes de ouro! O eventofoi um grande sucesso. Tivemos participação de pessoas da Oracle, Microsoft e Amazon, além de palestrantes locais. Foi feito um review do evento nesse link.

Lembrando que esse ano, como mencionado no início do post, teremos uma nova edição desse evento, que promete!



Em março, além do NoSQLBA, registramos nosso apoio a favor da inclusão das mulheres nas carreiras de tecnologia, no dia internacional das mulheres. Em tempo, acreditamos que todo e qualquer tipo de preconceito contra pessoas tem que parar, cor de pele, sexo, opção sexual, religião, são individuais e nós, como parte de uma sociedade devemos respeitar as escolhas, posicionamentos do próximo. Foi feito um post sobre isso.

Em abril, anunciamos a criação de um canal no Slack do SouJava. O slack do soujava conta com mais de 10 canais e é um bom lugar para trocar idéias com pessoas do país inteiro.

Ainda em abril, foi lançado o portal Spring Brasil pela empresa Itexto do nosso amigo Kico Lobo. Eles já tinham lançado o devall (agregador de blogs para desenvolvedores) e o Grails Brasil (fórum de usuários do framework Grails).

Acho que abril foi o mês dos lançamentos, pois o soujava também criou um canal do youtube que hoje conta com mais de 1000 inscritos e que produziu muito conteúdo de qualidade com pessoas do Brasil e do mundo inteiro. No canal tem informações sobre carreira, frameworks, novidades do mundo Java, foram entrevistados diversas referências do mundo Java, como Adam BienDavid Delabassée, Edson Yanaga, dentre outras feras. Esse projeto foi conduzido pelo nosso amigo Elder Moraes, que veio em Salvador em novembro para falar de Cloud e Arquitetura Servless através do projeto FN.

Nós, particiamos de dois hangouts desse. Um sobre Spring Framework com Kico Lobo e Felipe Adorno e outro sobre boas práticas de programação com Edson Yanaga.

Em maio, em parceria com outras comunidades, organizamos o I Community Day que aconteceu na Faculdade Visconde de Cairu. Tivemos mini-cursos e palestras.

Em julho aconteceu o TDC (The Developer Conference) em São Paulo e particiamos e fizemos um review.

Para não dizermos que foi um ano de apenas vitórias, fizemos um teste com a plataforma Medium que acabou não dando muito certo e optamos por voltar a utilizar o blog.

Em setembro, recebemos a visita de Fabio Velloso que falou no Ucsal Talks sobre BigData e Hadoop.



Ainda em setembro, no Java One, o anuncio oficial do Java 9 aconteceu, juntamente com o JEE 8 e uma novidade bombástica que o Java EE sairia da Oracle e passaria para Eclipse Foundation, passando a se chamar EE4j.

Em novembro, como mencionado anteriormente, tivemos a visita de Elder Moraes e Otavio Santana que falaram sobre Cloud e NoSQL.


Agora em dezembro, iniciamos os trabalhos de 2018, com a organização do NoSQLBA 2018 que promete.

Acho que isso foi tudo que aconteceu em 2018. Desejamos a todos, um ano novo de muitas realizações e muita felicidade. Muito amor no coração e menos intolerância. Mais respeito e muito conhecimento compartilhado.

Fiquem atentos em nossas canais de comunicação para saber mais informações das atividades do grupo.
Além da nossa parceria com o soujava que tem slack e youtube


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Tagged under: , , ,

Aberto C4P do NoSQLBA 2018





Está aberta a chamada de trabalhos para mais uma edição do NoSQLBA, a de 2018.
O evento acontecerá entre os dias 8 e 10 de março, na Universidade Católica do Salvador (UCSal).
Os trabalhos poderão ser submetidos até o dia 31 de janeiro.


Sobre Nosql:
Os banco de Dados NoSQL (not only SQL) foram criados, principalmente, para resolver
problemas com aplicações web que precisam operar com gigantescas cargas de dados,
além de poder escalar com grande facilidade. Esses tipos de banco de dados vem sendo
usados com muita frequência em redes sociais como Twitter, Facebook, além de prover
a persistência em aplicações nas nuvens. Outro ponto importante a citar é a crescente
adoção destas novas tecnologias, inclusive em mercados mais conservadores,
tais como instituições financeiras e agências governamentais. Os motivos são diversos
normalmente para solucionar problemas com flexibilidade, escalabilidade, latência e performance.
Para divulgar e demonstrar estas tecnologias, foi criado o evento NOSQL-BA.


sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Tagged under:

Criando métodos de extensão em Java com Lombok

Hoje gostaria de compartilhar com vocês o post feito por Matheus Carvalho sobre como criar o recurso de extensions methods usando Lombok com Java. Extensions Methods é um recurso da linguagem C# que é conhecido pela galera que programa em .net. Segundo a definição do site da documentação do C#:

Os métodos de extensão permitem que você "adicione" tipos existentes sem criar um novo tipo derivado, recompilar ou, caso contrário, modificar o tipo original. Os métodos de extensão são um tipo especial de método estático, mas são chamados como se fossem métodos de instância no tipo estendido. No caso do código cliente gravado em C#, F# e Visual Basic, não há nenhuma diferença aparente entre chamar um método de extensão e os métodos realmente definidos em um tipo.

Para quem não conhece o project Lombok ele serve para redução de boilerplate code.

Mais sobre lombok pode ser visto no site do projeto ou no vídeo do Canal Sou Java com Francislei Reis e Wellington Pinheiro.

Link para o post.

segunda-feira, 6 de novembro de 2017

Tagged under: , , , ,

TI Talks Unifacs




No dia 29/11 a partir das 19:30 acontecerá duas palestras promovidas pelo grupo Java Bahia em parceria com o SouJava.

O evento será gratuito e aberto ao público. Contamos com a participação de todos para falarmos sobre NoSQL e Arquiteturas Servless.

Abaixo um resumo do evento:

  • Data: 29/11 19:30
  • Local: Universidade Salvador (Unifacs), Campus Professor Barros
  • Endereço: Av. Luís Viana, 3146 - Imbuí, Salvador - BA, 41720-200.
  • Inscrições: https://www.sympla.com.br/ti-talks-unifacs__213011 (sem a inscrição não será possível ingressar as dependências da Unifacs)
  • Evento gratuito

Mergulhando no Serverless com Fn Project

Arquitetura serverless é um dos tópicos mais falados no mundo de software atualmente, comparado à containers, microservices e cloud. Plataformas serverless permitem aos desenvolvedores distribuir e gerenciar blocos de código que exerçam uma funcionalidade única, onde o usuário é cobrado por chamada e normalmente baseado no total de recursos consumidos. Este modelo muda radicalmente como as aplicações são organizadas, distribuídas e cobradas, e está quebrando paradigmas no mundo ainda em evolução da computação em nuvem.
Nesta palestra você aprenderá sobre a plataforma Fn, uma nova abordagem baseada em containers que fornece uma solução simples, portável e poliglota para o desenvolvimento de aplicações. Tudo para que você possa criar código cada vez mais especializado, e se preocupar cada vez menos com o ambiente em que ele vai rodar.

Mini bio:
Elder Moraes ajuda desenvolvedores server side a construir e entregar aplicações seguras, rápidas e disponíveis, para que assim possam trabalhar nos melhores projetos do mercado. Apaixonado por Java EE, cloud e arquitetura de sistemas, ele compartilha suas experiências através de conteúdo online e eventos internacionais como JavaOne, The Developers Conference, Oracle Code e Campus Party.
Desenvolvedor desde 1999, já atuou nos mais diversos mercados e projetos, desde logística até finanças, passando por sistemas jurídicos e de recursos humanos. 

Turbinando Java EE com persistência poliglota: Com o nascimento do Java EE 6, houve uma grande reviravolta no mundo Java EE. Um dos recursos mais marcantes com esse lançamento, certamente, foi o CDI. A injeção de dependência, além da extensão elevou as aplicações Java EE para um novo patamar e com lançamento do Java EE 7 e as promessas do CDI 2.0, com o Java EE 8, ficará ainda melhor! Porém, uma das grandes lacunas no mundo Java EE são as integrações com os bancos não relacionais. Tendo que, muitas vezes, realizar toda a programação e integração manualmente. Recém-lançado, o projeto JNoSQL, da Eclipse Foundation, visa a comunicação e integração da aplicação Java com os bancos NoSQL.

Mini-bio: Otávio Santana is a developer and enthusiast of open source. He is an evangelist and practitioner of agile philosophy and polyglot development in Brazil. Santana is a JUG leader of JavaBahia and SouJava, and a strong supporter of Java communities in Brazil, where he also leads the BrasilJUGs initiative to incorporate Brazilian JUGs into joint activities. He is a cocreator and is also responsible for the Linguagil Group, merger of Java, Ruby, Python, and Agile groups that promotes agility across language-focused communities.

segunda-feira, 11 de setembro de 2017

Tagged under: , ,

UCSalTalks09: Carreira desenvolvedor de Software

  • O quê? UCSalTalks09: Carreira desenvolvedor de Software
    Sobre? Experiências e dicas de um desenvolvedor Java
  • Quando? 19/09/2017 das 10:45 as 12:30h
    Onde? UCSal - Campus de Pituaçu - Prédio C (prédio da pós) - Auditório
  • Quem? Antonio Lázaro Carvalho Borges:
    Bacharel em Informatica pela Ucsal, Pos-graduado em Engenharia de Software pela FRB, Jug Leader do JavaBahia. Desenvolvedor de software profissionalmente desde 2006, envolvido com a programação desde o início da graduação em 2003. Atuou em várias áreas de engenharia de software, de equipe de testes, programador, analista de requisitos, desenvolvedor, engenheiro de software, arquiteto, líder de equipe, P&D, consultor.
Inscrições pelo endereço: https://goo.gl/VLDV2q

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Tagged under: , ,

Ucsal Talks 08

UCSalTalks08:
BigData, Inovação e Java
Fabio Velloso
UCSal.Campus Pituaçu.Prédio B.Sala de Vídeo.
Inscrições em goo.gl/JoH7Vu

Sobre a palestra:
Vivemos em um mundo conectado e a cada segundo geramos uma imensidão de dados através de dispositivos móveis, redes sociais e comércio eletrônico. Dados estes que são essenciais não só para conhecer melhor nossos clientes e fazer ofertas mais adequadas como também gerar novos “insights” para inovação. Neste contexto surgem as aplicações e plataformas que convencionamos chamar de Big Data. Neste palestra serão apresentados os conceitos e tecnologias relacionadas, relação com Internet das Coisas (IoT), além de aplicações, casos de sucesso. Também serão apresentados frameworks e novidades do Java para desenvolvedores construirem suas aplicações

Sobre o palestrante:
Desenvolvedor inquieto desde a infância, Bacharel em Ciência da Computação e professor de Arquitetura Orientada a Serviços (SOA) na UFSCar. Arquiteto responsável por diversos projetos de Internet Banking, SOA, integração e segurança em instituições financeiras, de telecomunicações e de varejo. Fundador e diretor do SouJava e Consultor da Summa Technologies, atualmente desenvolve projetos de Integração, Big Data, Cloud Computing, Integração Continua e DevOps.